Receita de Bruaca

Receita de Bruaca
Receita de Bruaca

Bruaca

Aprenda a preparar a deliciosa receita de bruaca de forma rápida e fácil para acompanhar um saboroso café da manhã/tarde.
Tempo de Preparo 10 mins
Tempo Total 10 mins
Ocasião Breakfast, Brunch, Café da Manhã, Café da Tarde, Lanche, Sobremesa
Cozinha Francesa
Porções 8 Porções

Equipamentos ou Utensílios

  • Concha
  • Frigideira

Ingredientes
  

  • 1 Ovo inteiro
  • 1 e 1/2 xícara de Leite
  • 1 colher de Margarina
  • 8 colheres de Açúcar
  • 1 pitada de Sal
  • 16 colheres de Farinha de trigo sem fermento

Passo a Passo
 

  • Bata o ovo com o açúcar e margarina, depois acrescente o leite e a farinha alternadamente;
  • Bata até ficar parecido com a consistência da massa de um bolo, só que um pouquinho mais fina;
  • Depois, aqueça o óleo em uma frigideira em fogo baixo e coloque aproximadamente meia concha da massa para frita;
  • Fique sempre olhando e vire quando um dos lados já estiver dourado;
  • Quando a bruaca estiver totalmente frita, incline a frigideira e esprema a bruaca para retirar o excesso de óleo;
  • Agora é só deixar esfriar um pouco e saborear junto com um café bem quentinho.
Palavras-chave dessa receita Bolinho da vovô, Bruaca, Bruaca de avelã, Bruaca de doce de leite, Bruaca doce, Pancake, Panqueca doce

A receita de bruaca é ideal para ser acompanhada de um café bem saboroso e quentinho, seja para um café da manhã ou tarde, ainda mais compartilhado com quem você mais ama e admira. Que tal conhecer um pouco sobre a origem desconhecida da bruaca? Veja a seguir.

Como surgiu a receita de bruaca?

Assim como diversos pratos populares que existem, a bruaca também possui teorias sobre seu surgimento, ainda mais quando seu nome “original” é conhecido como “panqueca doce”. Assim como “bolo da vovô”, a bruaca pode ser encontrada nos mais diferentes tipos de nomes, assim como acontece com a “panqueca doce”.

Pancake, em inglês, trata-se de um tipo de bolo (cake) de frigideira (pan), preparado com leite, farinha, ovos e depois servido com algum tipo de recheio ou até mesmo de forma tradicional.

Acredita-se que a primeira panqueca doce tenha se originado quando uma mulher derramou, de forma acidental, um pouco de mingau no fogão e percebeu que tal substância cozinhava rapidamente, era de fácil manuseio e possuía um sabor bastante agradável.

O hábito de comer bruaca se difundiu rapidamente por toda a Europa. Em função do prato, foram criados diversos festivais de culinária e com diversos sabores como: bruaca com chocolate, bruaca com mel, bruaca com avelã, bruaca com banana e muito mais. A partir da década de 20, as panquecas doces passaram a ser um prato comum em várias partes do mundo todo.

Apesar da origem antiga, reivindicada por diferentes países, as panquecas estão sempre em alta graças à capacidade de se renovar, incorporando novos ingredientes.

Exatamente por isso, obtém o prodígio de surpreender, mesmo depois de tantos séculos. Sua origem é incerta e cheia de teorias, porém, seja qual for a versão que tomemos como verdadeira, não há dúvida: a receita é bastante antiga.

Originalmente, eram assadas em pedra quente, e mais tarde passaram a ser preparadas em chapas redondas de ferro sobre o fogo. Há indícios de que suas raízes estejam no pão indiano chapati e nas panquecas chinesas. Mas os primeiros registros de bruacas foram feitos no século I, pelo gastrônomo romano Apicius, autor do receituário “De re coquinaria”. Ali se descobre que já naquele tempo as bruacas eram feitas com a mistura de leite, água, ovos e um pouco de farinha.

Entretanto, os italianos defendem que a especialidade nasceu quatro séculos mais tarde – sem ter água entre os ingredientes. Tal versão, religiosa, figura na Grande Enciclopedia Illustrata della Gastronomia. No século V, peregrinos franceses compareceram em peso a Roma para a Festa Della Canderola. Chegaram cansados e famintos, porém movidos pela fé. O papa Gelásio, empenhado em recebê-los bem, ordenou que a cozinha do palácio pontifício fosse abastecida com bastante ovos, sacos de farinha e litros de leite quanto fosse possível. As panquecas doces teriam nascido ali, ao acaso. Segundo essa história, os peregrinos saborearam a novidade e levaram a fórmula para a França.

Mas seja qual for a origem da bruaca, a verdade é que esse delicioso prato pode ser saboreado em vários lugares e formas, com vários recheios da sua escolha e sabor, elaborados com produtos da melhor qualidade. Ainda mais com uma receita bem preparada e deliciosa com esta da Achou Gastronomia

E para mais receitas super saborosas e requisitadas como esta, basta acessar a Achou Gastronomia e conhecer a variedade de receitas de pratos altamente deliciosos para preparar. Não importa a ocasião, seja para um jantar simples ou bem especial, confraternização de trabalho ou com amigos, festas mais bem elaboradas ou mais reservadas, casamento ou um simples café da manhã ou tarde. Sendo assim, aproveite e desfrute dos melhores pratos da Achou Gastronomia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Avalie essa receita