Receita de Bolinho de Chuva

Receita de Bolinho de Chuva
Receita de Bolinho de Chuva

Bolinho de Chuva

O bolinho de chuva, é a receita ideal para o café da manhã, café da tarde e é simplesmente uma receita perfeita, que possui a capacidade de derreter na boca.
Tempo de Preparo 30 mins
Tempo Total 30 mins
Ocasião Aniversário, Breakfast, Brunch, Café da Manhã, Café da Tarde, Lanche, Sobremesa
Cozinha Portuguesa
Porções 8 Porções

Ingredientes
  

  • 2 Ovos
  • 1 xícara de Açúcar
  • 1 xícara de chá de Leite
  • 2 e 1/2 xícaras de Farinha de trigo
  • 1 colher de sopa de Fermento em pó
  • 3 colheres de sopa de Açúcar para polvilhar
  • 1 colher de sopa de Canela para polvilhar
  • 1 litro de Óleo para fritar

Passo a Passo
 

  • Misture todos os ingredientes até obter uma massa cremosa e homogênea;
  • Aqueça uma panela com bastante óleo para que os bolinhos possam boiar;
  • Quando o óleo estiver bem quente (180º C), com uma colher, comece a colocar pequenas quantidades de massa, e frite até que dourem por inteiro;
  • Coloque os bolinhos sobre papel absorvente e depois passe-os no açúcar com canela.
Palavras-chave dessa receita Bolinho de chuva, Bolinho de chuva com avelã, Bolinho de chuva com brigadeiro, Bolinho de chuva com chocolate, Bolinho de chuva com doce de leite

O bolinho de chuva, é a receita ideal para o café da manhã, café da tarde ou simplesmente uma sobremesa, ainda mais por se tratar de um prato incrivelmente delicioso e que derrete na boca. Sua receita está presente no mundo desde muitos séculos atrás. Conheça um pouco sobre a história do bolinho de chuva e do porquê do nome.

Como surgiu o bolinho de chuva

A receita de bolinho de chuva, se originou em Portugal e se popularizou no Brasil, da mesma forma que conhecemos somente no século XIX. Antes dessa época, o trigo era uma iguaria bastante cara, chamada de “farinha do reino”, então muitas receitas faziam a substituição por farinha de mandioca ou cará.

Sua composição e textura também é bastante semelhante a outro doce português: o sonho. Foi também chamado de “bolinho das negras”, isso porque era preparado pelas escravas. As sinhás, como eram chamadas as senhoras, adoram conhecer e começaram com o costume de servi-los nos chás da tarde.

Curiosidades

Em Portugal, na época moderna o açúcar, os condimentos e as especiarias encorajaram o crescimento da indústria doceira que encontrou nos conventos sua origem por excelência.

E na segunda década do século XVII, pela mão da mulher portuguesa aparece a sobremesa, preparam-se receitas com açúcar, ovos, canela, leite e manteiga. Assim como o bolinho de chuva, sonho, fartéis, filhós, folhados, bolos e massas.

Acredita-se que o bolinho de chuva deriva da receita do doce português o “sonho” feito para época natalina em Portugal. Portanto, é possível observar bem as diferenças entre ambos quanto ao modo de preparo: na receita original portuguesa o bolinho de chuva, a farinha é misturada aos outros ingredientes e a massa crua é diretamente levada à fritura. Já a farinha é cozida no tacho antes da própria fritura.

O bolinho de chuva não possui apenas uma simples história, pois os benefícios da canela para a saúde são diversos, ela possui uma grande quantidade de nutrientes essenciais para a saúde geral do corpo. Além disso, a canela é um tempero bastante popular com um aroma e sabor distinto possuindo numerosas propriedades medicinais. Ela tem sido usada por milhares de anos como um remédio para vários tipos de doenças.

A canela é obtida a partir da casca interna das árvores pertencentes ao gênero, Cinnamomum. Alguns dos benefícios são: antioxidantes, previne diabetes, contribui para a circulação sanguínea, efeitos antimicrobianos, melhora o funcionamento do cérebro, excelente para o coração, anti-inflamatório, combate ao câncer, contribui para a perda de peso, melhora a digestão, evita gripes e resfriados. São muitos os benefícios, portanto não deixe de adicionar a canela a sua receita de bolinha de chuva.

Origem do nome bolinho de chuva

Há muitas teorias a respeito do nome “bolinho de chuva”, e uma delas relata que ocorreu em uma tarde do século XX, alguém os chamou de bolinho de chuva. As crianças precisavam sair dos quintais e ambientes abertos para se proteger da chuva e eram os bolinhos que os faziam entrar em suas casas e as mantinham devidamente ocupadas. Desde então, o nome ficou ligado a esta receita.

Certamente, o bolinho de chuva é um tipo de receita obrigatória nas folhas daquele antigo caderno de receitas de alguma tia, avó ou até mesmo de mãe. Sendo um dos principais nomes da culinária afetiva, ou seja, aquelas que nos trazem reminiscências da infância, lembranças de reuniões em família onde costumamos recordar. Isto por se tratar de uma receita altamente deliciosa e a cara de recordações da infância.Então, que tal mais receitas deliciosas e únicas como esta? Para isso, basta acessar a Achou Gastronomia e escolher sua receita deliciosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Avalie essa receita