Tipos de cebolas: entenda a diferença de cada uma

Você sabia que existem vários tipos de cebola? E saber para qual tipo de prato cada uma combina dá toda diferença no sabor.

0
cebolas
Tipo de Cebolas (Fonte: divulgação)

A cebola é considerada um insumo versátil, democrático e abundante, sendo muito presente na culinária brasileira, europeia e asiática. Sua preparação vai facilmente de uma a cozinha trivial à alta gastronomia, dando sabores incríveis ao prato.

O vegetal pode ser cozido em líquidos ou a vapor, assada, grelhada e refogada, adaptando-se a todos os tipos de processo de cozimento, dando aroma e sabor a preparação.

É um ingrediente rico em vitaminas A, B e C, sais minerais como ferro, potássio, sódio, fósforo e cálcio. Também possui alto teor de flavonóides, tendo o poder anti-inflamatório, podendo ser uma aliada na prevenção de doenças do sistema nervoso, respiratório e circulatório. Ela também ajuda a reduzir os níveis do colesterol ruim (LDL) e os níveis de triglicerídeos.

Tanto a cebola roxa quanto a branca tem por volta de 40 calorias em cada 100g, possuindo praticamente os mesmo nutrientes, porém a cebola roxa apresenta algo a mais: a Antocianina. Esse nutriente auxilia no combate aos radicais livres e na manutenção do sistema imunológico por ser antioxidante.

Ao escolher a cebola na seção de hortifrúti, sempre prefira as que possuem a pele inteira, com textura firme, sem manchas e sem batidas. Evite cebolas macias ou com odor já acentuado, pois são sinais de que o vegetal já é antigo. Conserve-as em locais seco, protegida de luz e com circulação de ar, dessa forma, esse vegetal pode ser conservador por muito tempo.

Você já deve ter reparado, ao caminhar pela feira ou supermercado ou até mesmo lendo receitas, que existem mais de dois tipos de cebola, porém você sabe a diferença de cada uma delas?

Tipo de cebolas

Cebola Pera ou Amarela

cebola comum
Cebola Pera, amarela ou comum (Fonte: divulgação)

Esse tipo de cebola é a mais comum na mesa dos brasileiros. Tem a casca em tons mais dourados e mais dura, seu tamanho costuma ser maior do que os outros tipos de cebola e o seu formato mais arredondado.

Esse tipo também é conhecido com cebola comum, usada para fundos aromáticos e na base de refogados. Seu sabor é mais intenso e ácido.

Elas tendem a ter um bom equilíbrio, quando cozidas, de adstringência e doçura, ficando, também, mais tenras. Ficando, assim, excelente para cebolas caramelizadas. No entanto, há quem goste de comê-la crua em saladas, apesar de não ser indicada por ser ácida demais.

Cebola Branca

cebola branca
Cebola Branca (Fonte: divulgação)

A cebola branca é mais cara e mais difícil de ser encontrada.

Possui o sabor mais suave, sendo mais adocicada e mais crocante. Dessa forma, são indicadas para consumir em saladas ou em outros pratos crus. Esse tipo é bastante utilizada na cozinha mexicana. Diferentemente da cebola amarela, a branca possui uma durabilidade menor.

Cebola Doce ou Vidalia

cebola doce
Cebola doce ou vidalia (Fonte: divulgação)

A cebola doce é muito parecida com a cebola amarela, tornando-se difícil de distinguir ambas, porém seu formato é mais achatado.

O sabor da cebola doce é menos ardido e adstringente, sendo mais doce e possuindo menor teor de água.

Essa cebola é ideal para preparos de sanduíches, para empanar (onion rings), sendo típica na culinária dos Estados Unidos.

Cebola Roxa

cebola roxa
cebola roxa (Fonte: Divulgação)

ua principal característica é a sua coloração de vermelho a roxo e pungência média, isso é, seu sabor é menos ácido e mais adocicado que o da comum e seu aroma é intenso e, além disso, é mais crocante.

Por essas características essa cebola é consumida constantemente crua, sendo a é mais tradicional na cozinha das Américas, usada em ceviche, guacamole, vinagretes, recheio de sanduíches, saladas e conservas (uma dica é incluir vinagre de vinho tinto ou beterraba para ressaltar a sua cor).

Não é indicada passar por cocção, pois sua cor costuma ser alterada de roxa para acinzentada, porém o cozimento deixa esse tipo de cebola mais adocicada e suave.

Para aumentar sua crocância, devido ao seu consumo in natura, é indicado colocar a cebola cortada em água fria por até 30 minutos antes de servir.

Cebola Pérola ou Bebê

cebola bebe
Cebola pérola ou bebê (Fonte: divulgação)

Essa cebola é menorzinha e bem redondinha e sua casca é meio perolizada.

Sendo mais delicada e apresentando um  sabor mais doce e suave, diferente da cebola pera, o que torna essa cebola ideal para conservas ou usadas inteiras em cozidos, como em assados de panela, bacalhoada, beouf bourguigonne.

Para tirar sua casca mais facilmente é indicado deixar de molho em água quente por alguns minutos.

Echalota ou Chalotas

Chalota ou echalota (Fonte: divulgação)

Menos comum no Brasil, a chalota é da família do alho e seus bulbos, sendo alongadas e separadas, lembrando um dente de alho.

Esse tipo é muito comum na culinária francesa, por ser delicada e bastante usada em molhos clássicos como o béarnaise e holandês. Podendo ser utilizadas, também, como acompanhamento, principalmente de carnes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui