Reconhecida pela UNESCO, Belém ganha Escola Criativa da Gastronomia

Belém, que recebeu da Unesco o título de Cidade Criativa da Gastronomia, ganhou, no dia 6 de dezembro, uma Escola Criativa da Gastronomia. Os cursos serão de graça e pretendem qualificar novos cozinheiros.

0
Escola de Gastronomia é inaugurada em Belém
Prefeitura de Belém inaugura Escola Criativa de Gastronomia em Outeiro. | Fonte: Rede Pará. | Foto: Oswaldo Forte.

“Essa escola é um sonho de todos os barraqueiros, é um sonho nosso, é uma conquista que até nos emociona, pois será uma oportunidade de qualificação e poder oferecer isso aos nossos clientes é muita felicidade. Muito obrigado, prefeito Zenaldo Coutinho”

Garantiu Elisângela Santos, mostrando os olhos cheios de lágrimas.

Com 40 anos, a dona de uma barraca, localizada na praia Grande, em Outeiro, comemorou, na manhã desta sexta-feira, 6, a inauguração da Escola Criativa da Gastronomia de Belém, promovida pela Prefeitura Municipal de Belém.

Ainda durante a manhã, foi inaugurado o laboratório de Informática da Pesca, unidade da Fundação Centro de Referência em Educação Ambiental Escola Bosque ‘Professor Eidorfe Moreira’ (Funbosque).

Assim como dona Elisângela, centenas de moradores, da chamada ilha de Caratateua, comemoraram o marco do empreendimento inaugurado pela administração municipal. Unidade Pedagógica integrada à Funbosque, o projeto da Escola Criativa da Gastronomia de Belém contou com a consultoria técnica da Universidade da Amazônia (Unama).

A Escola

Foi inaugurada no dia 6 de dezembro, a Escola Criativa da Gastronomia de Belém, no Pará. A ideia é formar cozinheiros e encaminhá-los para o mercado de trabalho. O curso Técnico em Cozinha, com carga horária de 480 horas e duração de um ano e meio, será totalmente gratuito.

O investimento no projeto e na compra de móveis e equipamentos foi de R$ 1 milhão. A Escola Criativa da Gastronomia de Belém conta com três salas de aula que atendem até 60 alunos, um laboratório, cozinha industrial, refeitório e três banheiros, sendo um deles adaptado para pessoas com deficiência.

O curso Técnico em Cozinha vai ser dividido em três módulos. Fazem parte da grade curricular, por exemplo, as disciplinas Língua Portuguesa, Informática Básica, Microbiologia de Alimentos e Bioquímica de Alimentos.

A escola é uma importante iniciativa para a capital paraense, que foi reconhecida como Cidade Criativa da Gastronomia pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura, Unesco, em 2015. E o título acabou de ser revalidado por mais quatro anos. Além de Belém, também são consideradas Cidades Criativas da Gastronomia Belo Horizonte (MG), Florianópolis (SC) e Parati (RJ).

A intenção da escola é fazer um intercâmbio com professores de outros estados. Outra importante iniciativa é um termo de cooperação técnica que está sendo negociado com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, Abrasel, para que os alunos sejam encaminhados ao mercado de trabalho quando terminarem o curso.

Programação

Festiva, a programação do evento contou com a presença da Banda da Guarda Municipal de Belém e de chefs como Cláudia Martins e Rubão, os quais ofereceram degustações como cestinha de frango defumado com gongorzola e piracui com geleia de pimenta.

O descerramento da placa inaugural foi feita pelo prefeito Zenaldo Coutinho, juntamente com presidente da Funbosque, Beatriz Padovani, e do agente distrital do Outeiro, Yan Miranda.
Dentre as autoridades e convidados, estavam presentes a diretora de negócios da Companhia de Desenvolvimento e Administração da Área Metropolitana de Belém (Codem), Claudia Sadalla; o coordenador do curso de Gastronomia da Unama, Bruno Morais; o gerente da empresa Tramontina, Vinícius Baccon; e o vereador Gleisson Silva (PSD), além de equipes de governo, chefs e empresários do ramo da gastronomia.

“É mais uma manifestação de agradecimento, mesmo. Estamos desde 2015 com esse título de Belém Cidade Criativa, tínhamos o compromisso de entregar a escola de gastronomia e precisávamos cumpri-lo. E não é só tijolo, telha e cimento que temos aqui, o mais importante para esta escola serão as pessoas, os professores focados na formação de nossos alunos, mas também a energia para nossa economia, para Outeiro, Icoaraci e toda Belém”.

Afirmou o prefeito Zenaldo Coutinho.

Para começar o funcionamento da escola, a Prefeitura de Belém firmou algumas parceria com a iniciativa privada. “Gostaríamos de agradecer ao convite da Prefeitura, com a qual estabelecemos uma parceria, a fim de garantir os equipamentos e utensílios para a Escola de Gastronomia”, disse Vinícius Baccon, gerente da Tramontina.

Oportunidade

De acordo com a Associação de Barraqueiros do Outeiro, 150 integrantes fazem parte dessa entidade, da qual a emocionada Elisângela, descrita no início do texto, participa e tem vez no novo empreendimento, segundo o chef Fabio Sicília, presente na inauguração.

“Eu acho esta escola fundamental para a capacitação dos barraqueiros. É uma ferramenta que, protegendo bem, possibilitará o crescimento do negócio, o que tornará a cozinha das praias muito melhor preparada e mais gostosa”

Analisou Sicília.

Estrutura e investimentos

Com um investimento de mais de R$ 1 milhão na construção e compra de móveis e equipamentos, a Escola Criativa da Gastronomia de Belém conta com três salas de aula para 30 e 60 alunos, um laboratório, uma cozinha industrial, um refeitório e três banheiros, sendo um adaptado.

Totalmente gratuito, o curso técnico em cozinha se divide em três módulos com duração de um ano e meio, e carga horária de 480 horas. Língua Portuguesa, Informática Básica, Microbiologia de Alimentos, Bioquímica de Alimentos são algumas das disciplinas da grade curricular.

De acordo com a Funbosque, as aulas começam no início do próximo ano, mas as matrículas já podem ser feitas a partir da próxima segunda-feira, dia 9. “Aqui na Escola de Gastronomia serão 80 alunos, inicialmente, em duas turmas de curso técnico. Estamos também promovendo o curso em Recursos Pesqueiro, na Escola da Pesca, e temos meio ambiente na Funbosque, sendo quarenta vagas para cada curso”, disse Beatriz Padovani, presidente da Funbosque.  

Solenidade

Ao final, o prefeito Zenaldo Coutinho participou da solenidade de formação de 58 alunos do curso de Formação de Aquaviários.

Fonte: Portal Fique Por Dentro, Rede Pará e Territórios Gastronômicos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui