Receita Fácil de Vatapá Tradicional de Camarão

São joão

O Vatapá é um prato típico da culinária afro-brasileira, sendo muito presente na Bahia, principalmente na versão de Vatapá de Camarão.

Muito presente como comida de São João, no seu preparo pode incluir pão molhado ou farinha de rosca, fubá, gengibre, pimenta-malagueta, amendoim, cravo, castanha de caju, leite desnatado, azeite de oliva, cebola, alho e tomate. Pode ser preparado com camarões frescos inteiros, ou secos e moídos, com peixe, com bacalhau ou com carne de frango, acompanhados de arroz. Ou pode ainda ser um vatapá vegano, preparado com soja ou outros elementos de origem vegetal. O importante é que sua principal caraterística se mantenha: a sua consistência cremosa.

Aprenda agora, uma receita de Vatapá de Camarão

São joão

Vatapá de Camarão Tradicional

Vatapá é um prato típico da culinária afro-brasileira. Pode ser preparado com camarões frescos inteiros, ou secos e moídos, com peixes ou com carne de frango, acompanhados de arroz. A sua consistência é cremosa.
Tempo de Preparo 40 mins
Tempo de cozimento 30 mins
Tempo Total 1 hr 10 mins
Ocasião Festas Juninas, Prato Principal
Cozinha Africana, Brasileira
Porções 8 porções
Calorias 680 kcal

Ingredientes
  

  • 6 unidades Pão Carioquinha adormecido
  • 1 1/2 xícara Leite de Coco
  • 1/3 xícara Azeite de Dendê
  • 1/4 xícara Azeite de Olivia
  • 1 unidade Cebola picada
  • 2 unidades Dente de Alho
  • 1/2 colher (sopa) Gengibre ralado
  • 100 g Camarão seco sem casca e cabeça moído
  • 500 g Camarão seco sem casca e sem cabeça inteiro
  • 1/2 xícara Amendoim torrado e moído
  • 1/2 xícara Castanha de caju torrada e moída
  • 2 xícaras Caldo de Peixe
  • Coentro
  • Sal e Pimenta do Reino a gosto

Passo a Passo
 

  • Cortar o pão em pedaços menores e colocar em uma tigela com o leite de coco e deixar repousar por 30 minutos
  • Bater em um liquidificador o pão com o próprio leite, até obter uma pasta grossa e homogênea
  • Em uma panela grande, aquecer o azeite de dendê e o de oliva e refogar a cebola, o alho e o gengibre
  • Acrescentar o camarão seco moído
  • Juntar a pasta do pão com o leite de coco, o caldo de peixe, o coentro picado, o amendoim e a castanha, mexendo sempre para não empelotar
  • Deixar cozinhar em fogo baixo até desgrudar da panela e conseguir uma textura espessa
  • Adicionar os camarões e deixar cozinhar
  • Servir ainda quente
Palavras-chave dessa receita Camarão, Camarão SEco, Dendê, Tradicional, Vatapá

Origem do Vatapá

O vatapá é de origem africana, e chegou ao Brasil por intermédio dos africanos iorubás com o nome de ehba-tápa.

É um prato típico das cozinhas nordestina e nortista e é marca da influência da população negra nessas regiões. É muito divulgado pela Bahia onde em seu feitio acrescentam o azeite de dendê, e serve como um acompanhamento do acarajé. É igualmente popular no Amazonas, no Amapá, no Pará, no Maranhão e em Rondônia, onde a receita sofre variações como a ausência de amendoim (ingrediente original das Américas) e outros ingredientes comuns na versão tradicional. O vatapá é influência da culinária africana trazida pelos africanos escravizados nos navios negreiros, a partir do século XVI. Com os ingredientes encontrados nesta nova terra e a necessidade de suplementar sua dieta alimentar, desenvolveram outros pratos, que passaram a ser típicos da culinária brasileira. É exemplo disso o angu, entre outros.

receita de vatapá de camarão
Reprodução

Origem das comidas de São João

A tradição do São João veio com os europeus, que tinham o costume de celebrar a colheita dos cereais, principalmente o trigo, nos meses que correspondiam ao seu verão: Junho, Julho e Agosto. No mês de Junho, comemoravam também, os dias dos Santos Antônio, Pedro e João; então juntavam a colheita do trigo às festividades religiosas.

Quando vieram ao Brasil, os colonizadores quiseram continuar a tradição a que tinham em seu verão, porém o país não era bom produtor de trigo. Resolveram comemorar com pratos que tivessem o produto mais abundante do período: o milho, um produto muito consumido e cultivado pelos índios brasileiros.

No nordeste, o melhor período para cultivo do milho é justamente no período de abril a maio, pois o grão precisa de muita água para poder crescer. Por isso no São João, a presença do milho é mais forte ainda nesta região. “A tradição é plantar na semana de São José, mês de março, para colher em junho. Se chover no dia do santo, a colheita é garantida”, segundo o costume popular dos agricultores.

Algumas das comidas mais conhecidas do São João, são:

  • Vatapá de Frango
  • Baião de Dois com Queijo Coalho
  • Quentão
  • Cocada
  • Bolo Mole
  • Pé de Moleque
  • Bolo de Macaxeira
  • Munguzá doce e salgado
  • Entre outras.

Veja Também outras Receitas Juninas

Bolo Pé de Moleque Nordestino
Aprenda como fazer de forma simples o tradicional bolo pé de moleque nordestino. Essa receita não pode faltar nas festas de São João. E para realmente ser considerado pé de moleque nordestino não pode faltar nos ingredientes especiarias, carimã e rapadura preta
Ver Receita
Tempo Total de Preparo: 50 mins
bolo junino
Bolo Cremoso de Milho Verde Natural Simples
Aprenda como fazer Bolo de Milho Cremoso com Milho Verde, para aproveitar com um café da tarde para toda a família ou em período de festas juninas.
Ver Receita
Tempo Total de Preparo: 1 hr 10 mins
Receita Fácil de Vatapá Tradicional de Camarão
Bolo de Fubá
Aprenda de forma fácil e simples como preparar essa receita de bolo de fubá que possui um toque especial de erva doce. Esse bolo é típico das festas juninas e fica excelente para servir com café para toda a família
Ver Receita
Tempo Total de Preparo: 55 mins
receita de Bolo de fubá
Bolo de Macaxeira
O bolo de macaxeira (também conhecida como aipim e mandioca) não possui farinha em seu preparo, tornando, assim, ideal para intolerantes ao glúten
Ver Receita
Tempo Total de Preparo: 1 hr
bolo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Avalie essa receita