Receita de Biscoitos Amanteigados para o Natal

Receita de Biscoitos Amanteigados para o Natal
Receita de Biscoitos Amanteigados para o Natal

Biscoito Amanteigado

Aprenda a fazer deliciosos biscoitos amanteigados para um Natal ainda mais especial.
Tempo de Preparo 40 mins
Tempo Total 40 mins
Ocasião Aniversário, Breakfast, Café da Tarde, Casamento, Ceia Natalina, Lanche, Sobremesa
Cozinha Francesa
Porções 15 Pessoas

Equipamentos ou Utensílios

  • Forno
  • Tigela
  • Garfo
  • Assadeira

Ingredientes
  

  • 1 Xícara (chá) Farinha de Trigo
  • 1/2 Xícara (chá) Açúcar
  • 1/2 Xícara (chá) Manteiga
  • 1 Colher (café) Essência de Baunilha

Passo a Passo
 

  • Ligue o forno em temperatura média (180 graus);
  • Coloque a farinha, o açúcar, a manteiga e a essência de baunilha numa tigela e amasse bem com as mãos até formar uma massa uniforme;
  • Separe a massa em 3 porções;
  • Faça um rolinho com cada porção;
  • Corte cada rolinho em rodelas de 1cm de espessura;
  • Com os dentes de um garfo, aperte levemente cada rodelinha, formando um desenho;
  • Unte uma assadeira grande com manteiga e farinha;
  • Distribua os biscoitos sobre a assadeira, deixando uma distância entre eles;
  • Leve ao forno preaquecido por 25 minutos ou até os biscoitos ficarem levemente dourados;
  • Retire do forno, espere esfriar e sirva.
Palavras-chave dessa receita Biscoite maisena, Biscoito amanteigado, Biscoito doce, Biscoito natalino

Para quem é apaixonado por doces, não pode deixar de fora a deliciosa receita de biscoitos amanteigados, ainda mais tão pertinho do Natal. O momento perfeito para reunir toda a família e amigos e preparar aquela receita bem caprichada para adoçar ainda mais a vida de quem amamos e queremos tão bem.

E para que você fique por dentro de tudo sobre o delicioso mundo dos biscoitos amanteigados, conheça um pouco sobre sua história.

Como surgiu o Biscoito?

A história do biscoito é bastante curiosa, afinal, quem não ama biscoitos amanteigados?

São diversas as receitas com biscoitos como: biscoito de maisena, pavê de biscoito, bolo de biscoito, torta de biscoito, até biscoito da sorte. São tantas delícias que existem no mundo desse doce espetacular e único.

Segundo as lendas os antigos comiam grãos crus, moendo-os lentamente e triturando com os dentes, com isso surgiu a ideia de se amassar os grãos entre duas pedras, misturando água naquela determinada massa e secá-la em seguida ao fogo, transformando-a em uma pasta seca e dura.

Entre os egípcios, os biscoitos já pareciam mais como bolachas, bem secas, porém eram servidas já adocicadas com mel – uma vez que, a receita era passada de geração para geração entre estes. E naquela época, um especialista em biscoitos podia ser comprado, alugado ou tomado à força, pois era um considerado um escravo de luxo.

A Inglaterra com o tempo, mostrou ser um excelente produtor no mercado de biscoitos. Lá eram fabricados vários tipos de biscoitos super saborosos, inovadores e bastante procurados. Logo, deu-se início a sua exportação de produtos para suas colônias e em pouco tempo quase todas as cidades importantes dos Estados Unidos já consumiam e conheciam o “biscoito para chá e café dos ingleses”.

Nos primeiros anos de colônia, os Estados Unidos não tinha condições de fabricar biscoitos. Mas, reconhecendo a importância do mercado, não demorou muito para importar da Inglaterra os equipamentos necessários e deram início a uma florescente indústria de biscoitos. O passo seguinte, em razão da necessidade de fabricarem peças de reposição para as máquinas, foi logicamente à implantação, no norte, das indústrias para a fabricação de equipamentos de biscoitos.

Você sabia?

A palavra biscoito tem origem de duas palavras francesas: “Bis” e “Coctus” que significa “Cozido duas vezes”. Isso porque o biscoito surgiu da necessidade de os viajantes carregarem seu próprio alimento, no caso o pão, e este precisava ser cozido duas vezes, que é para ter menos umidade e, assim, durar mais tempo. Ele virava portanto, um “pão duro”.

O formato que o pãozinho seco tomou foi a de um pequeno pastel recheado de carne, que era chamado de “pão viajante”. Este pão também foi usado para alimentar soldados durante guerras.

Logo a popularidade do “biscoito” aumentou rapidamente e, na Europa, em meados do século XVII, começaram a adicionar chocolate e chá ao biscoito. Criando assim, o sabor e aroma, desde então para estimular as vendas investia-se nos mais variados tipos de sabores e aromas.

O progresso dos negócios dos biscoitos alertou os municípios para uma boa fonte de renda. E este súbito crescimento do comércio de novos biscoitos, determinou, em retorno, uma busca por métodos e modos mais econômicos e de maior rendimento para a sua fabricação própria.

Daí em diante, a evolução se fez de forma acelerada – até mesmo o nome inglês “biscuit” foi abandonado e os produtos americanos foram rebatizados de “Cookies”.

Atualmente, pode-se contar com mais de 200 tipos de biscoitos, entre doces e salgados, com uma indústria especializada, de formulações perfeitas e um total controle do seu mercado dentro de um processo de sofisticação muito desenvolvido.

O biscoito é de fato um sucesso no mundo, sem falar nesta receita incrível de biscoitos amanteigados super deliciosos. Você não pode mais perder tempo, prepare a melhor receita de biscoitos amanteigados para o seu Natal ou para alguém especial, que com certeza vai amar. E para mais receitas mega deliciosas como esta você encontra na Achou Gastronomia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Avalie essa receita