A Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco (EGSIDB) está disponibilizando uma série de bate papos e receitas transmitidos ao vivo no Instagram e no Youtube.

Os encontros, que estão acontecendo no mês de julho, são realizados sempre às quartas, a partir das 17:30.

Selene Penaforte, superintendente da escola, fala que essa foi a forma que encontraram de estarem próximos dos alunos obedecendo as normas de isolamento social imposta pelo novo coronavírus.

Foi a forma que encontramos de estarmos próximos dos alunos e interessados em geral, compartilhando conhecimentos de importantes temas na área.

Todas as lives tem foco na Gastronomia Social, Cultura Alimentar e Empreendedorismo.

Já ocorreu com o tema Agricultura Alimentar e Cozinha com Lugar de Afeto com a chef Teresa Corção e a jornalista Izabel Gurgel.

Hoje, dia 22, o tema será Farinhas do Brasil; qual a melhor delas? Você vai saber” ministrado pelo convidado Joselito da Silva Motta, pesquisador da Embrapa.

E na próxima quarta, 29, será com Adriana Salay, historiadora, e com Rodrigo Oliveira, chef de cozinha com o tema: Fome e sua historicidade nas políticas públicas + “Quebrada Alimentada”, como um exemplo de ação de combate à fome vindo da sociedade civil.

Sobre a Escola

m dias branco
Fonte: divulgação

A Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco (EGSIDB) é uma Instituição da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará e é gerida pelo Instituto Dragão do Mar. O nome da escola faz referência ao fundador do grupo M. Dias Branco, no qual financiou a sede doada para o Estado em uma parceria público-privada.

O centro de formação tem como público-alvo jovens em situação de vulnerabilidade social e adultos com ou sem experiência em gastronomia.

 A escola oferece cursos básicos e profissionalizantes em cozinha, panificação e confeitaria, além de mentorias para desenvolvimento de produtos e projetos, por meio do Laboratório de Criação em Cultura Alimentar Gastronomia. Todas as atividades são gratuitas, mediante inscrição e processo seletivo.

Todas as atividades oferecidas são gratuitas, porém o aluno precisa realizar inscrição e passar por um processo seletivo.