A rede de fast-food McDonald’s vai fechar permanentemente 200 lojas nos Estados Unidos neste ano, por causa da pandemia de coronavírus.

O McDonald’s, anunciou nesta terça feira, 28 de julho, que obteve um lucro líquido de US$ 483,8 milhões, o que equivale a 2,49 bilhões de reais, no segundo trimestre, o que representa uma queda de mais da metade em relação ao mesmo período do ano anterior. Além disso, o McDonald’s teve uma receita de US$ 3,761 bilhões no período, 30% a menos do que no mesmo trimestre em 2019.

Isso mostra os duros efeitos colaterais que a pandemia do novo coronavírus vem acarretando na economia mundial.

As vendas nos Estados Unidos caíram 8,7% no primeiro semestre, apesar de ter obtido uma recuperação gradual desde o mês de abril. Sendo que mesmo com esse leve aumento das vendas, quando comparamos com o ano anterior, o mês de abril teve uma queda de 20% nas vendas.

A rede foi atingida não apenas nos EUA, mas também em suas unidades internacionais, com uma queda de 41,4% no trimestre, depois de um fatídico abril em que os restaurantes fora dos EUA perderam quase 67% do faturamento.

Após diversas quedas no faturamento, uma das maiores redes de fast food do mundo, anunciou que vai acelerar o plano de fechar mais de 200 unidades nos Estados Unidos, sendo que a metade dessas unidades está dentro dos supermercados do grupo Walmart.

No entanto, o McDonald’s avalia que os próximos meses serão melhores. A empresa vai investir US$ 500 milhões para inaugurar 950 lojas ainda neste ano, sendo que 400 delas serão abertas na China.