Os estoques de carne bovina e suína encolheram nos Estados Unidos, devido à crise acarretada pela pandemia, dando oportunidade para os produtores de proteínas de origem vegetal.

De acordo com o Centro de Prevenção de Doenças dos EUA (CDC, sigla em inglês), 115 instalações de processamento de aves e carnes relataram caso de Covid-19 entre os seus funcionários.

Pelo menos 20 frigoríficos americanos fecharam durante a crise de saúde, sendo alguns deles fechados somente no final de abril, e muitos estão operando com baixa capacidade.

Além disso, há muito desperdício de produtos, que precisam ser descartados por falta de mão de obra ou consumidores.

A companhia Wendy’s Co. já está sem hambúrgueres em algumas de suas unidades, enquanto a Kroger e Costco Wholesale têm limitado as compras de alguns produtos aos seus clientes.

Com as prateleiras de carnes relativamente vazias nos supermercados dos EUA, a fabricante de hambúrguer a base de soja e de ervilha, Impossible Foods e a Beyind Meat, espalharam seus produtos, fazendo com que os clientes deem uma chance a esses hambúrgueres à base de planta.

Segundo Jannifer Bartashus é nesse momento que essas empresas tem a chance de atrair e conquistar os consumidores carnívoros.

Acho que é realmente uma oportunidade. As pessoas estarão dispostas a experimentar alternativas de planta.

As empresas de proteínas vegetais, assim como a maioria das indústrias de alimentos embalados, sentem o impacto da pandemia, pois há uma tendência dos consumidores estocarem alimentos.

Quando comparamos o mesmo período do ano passado com desse, os americanos compraram 5,3 milhões de unidades de produtos alternativos de carne em varejista nas oito semanas encerradas em 25 de abril, o triplo da quantidade, segundo dados da Nielsen.

De acordo com Alex Frederick, analista de capital de risco da Pitchbook:

O aumento das vendas nos supermercados potencialmente atrai novos clientes para experimentar produtos a base de plantas, caso carne e laticínios tradicionais estiverem temporariamente esgotados.

O que é carne de planta

vegetal
A “carne de planta” é a imitação do alimento de origem animal (Fonte: LikeMeat/Unsplash)

A chamada “carne de planta” tem a promessa de revolucionar a indústria de carne animal, pois procura imitar a textura, o gosto e a suculência do produto de origem animal.

Também conhecida como “carne vegana” ou “carne do futuro”, este alimento possui o formato de hambúrguer, carne moída ou almôndegas.

Ela é preparada a partir da proteína da ervilha, da batata doce, grão de bico. Em alguns casos acrescentam beterraba para parecer uma peça mal passada, com uma cor rosada no interior da peça.

As receitas incluem diferentes temperos para obter o sabor semelhante ao da carne. O produto também imita os nutrientes que se obtém ao consumir a carne animal, como o ferro, vitamina A, fibras, potássio e cálcio.