Todo e qualquer empreendedor, seja ele da alimentação ou não, visa ter lucro e sucesso para o seu negócio. Atualmente, conseguir crédito para fazer sua empresa crescer é fundamental. Por isso, a procura por crédito no Brasil teve um crescimento de 29% no ano de 2020. Com o aumento dessa procura, inúmeras soluções surgem no mercado, dentre elas podemos citar empréstimo com garantias; financiamentos; crédito para capital de giro; peer to peer; cooperativas de crédito; microcrédito; crédito para empresas BNDES; investidores anjo; financiamento coletivo; antecipação de recebíveis.

Essa última, a antecipação de recebíveis, tem sido uma das opções que oferece mais vantagens para o empresário. Trata-se de uma linha de crédito que permite que as empresas adiantem o recebimento de suas vendas a prazo, podendo assim, usar no presente um dinheiro que só chegaria no futuro. Essa modalidade de crédito pode servir para quitar dívidas, gerar fluxo de caixa ou investir em expansão. Ou seja, é uma ótima opção para Capital de Giro para as empresas.

Diferença entre empréstimo e antecipação de recebíveis

As instituições financeiras que oferecem antecipação de recebíveis cobram taxas sobre o valor adiantado às empresas para, então, assumirem a responsabilidade pelo recebimento futuro dos títulos negociados. E embora existam várias opções de aplicar dinheiro no seu negócio, como por exemplo, empréstimos bancários, a antecipação de recebíveis ganha espaço em vantagens e ainda torna o processo menos burocrático. 

A primeira vantagem pode ser observada inicialmente ao diferenciar uma modalidade da outra. Empréstimos se referem a valores que não são seus e nem do seu negócio. Antecipação se trata de um dinheiro que é do empreendedor, mas seria recebido em sua totalidade apenas no futuro. Em relação às taxas de juros, na antecipação de recebíveis, a empresa deve considerar eventuais encargos bancários, assim como tributos (como o IOF, o Imposto Sobre Operações Financeiras) e taxas administrativas. 

Já nos empréstimos, a empresa pagará taxas que, em geral, são mais elevadas. Diante disso, existem dois fatores que influenciam no juro que é cobrado: a taxa SELIC, gerenciada pelo Copom (Conselho de Política Monetária), e o histórico de crédito e transações financeiras da companhia no mercado, que provem a boa movimentação de capital, o que já se torna inviável para quem está iniciando um negócio. Além disso, eventuais tributos e taxas administrativas também podem torná-lo mais caro.

A empresa também pode optar por diferentes tipos de antecipação. Tudo vai depender das necessidades imediatas de capital, que podem ser parcial: não antecipa todas as parcelas futuras, apenas uma ou algumas; integral: antecipa todas as parcelas; pontual: feita para uma venda única; automática: para recebimentos periódicos (diários, quinzenais ou mensais).

Com menores custos e mais agilidade, o negócio fará a busca por mais receitas a partir de recursos que já estavam programados, o que evita uma série de taxas. Esta situação traz mais segurança para o gestor na hora de tomar decisões. Antecipando o recebimento de receitas, a companhia saberá exatamente quanto deixará de receber, além de lidar com um dinheiro que, a princípio, já era seu. Dessa maneira, o aumento das receitas se torna mais seguro.

Principais cuidados antes de contratar a antecipação de recebíveis

  • O contratante deve estar ciente sobre todas as taxas de juros que serão descontadas do valor antecipado, como também sobre o prazo para que o dinheiro esteja disponível em sua conta. 
  • O empresário deve fazer análise de crédito dos consumidores e analisar seus históricos de inadimplência, com o intuito de avaliar as receitas que deseja antecipar. Pois se o consumidor não cumprir com o pagamento de suas parcelas, o empresário poderá ser multado pela instituição financeira que ficou sem receber.
  • Caso haja dúvida em contratar a antecipação de recebíveis para o seu negócio, o empresário deve fazer uma consultoria financeira para estar seguro da real necessidade ou não, em adquirir o serviço.
  • Antes de fechar negócio com a operadora de crédito é importante verificar se as taxas de juros, somadas ao IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) e outros encargos, tornam essa opção realmente vantajosa para a sua empresa.  

Setores que lideram o ranking dos que mais usam antecipação de recebíveis no Brasil

  • Indústria
  • Distribuição de alimentos
  • Autopeças
  • Materiais de Construção
  • Logística e transporte

Como calcular a taxa de antecipação de Recebiveis?

A antecipação de recebíveis é, então, um serviço que traz valores futuros para o presente. Ao adquirir o serviço, o contratante é informado sobre as taxas de juros. O valor da taxa é descontado do valor da venda. O benefício desse serviço é poder receber antes o que o lojista, a depender da venda, levaria vários meses para receber. Os valores antecipados são referentes sempre a vendas feitas no crédito. Recebimentos de vendas a débito já acontecem naturalmente em 1 ou 2 dias.

Na prática, a antecipação de recebíveis funciona da seguinte maneira: além da taxa administrativa que é aplicada em cima do valor bruto da venda, ao antecipar uma parcela que tem vencimento de 30 dias, o empresário vai pagar x% multiplicado por 1, porque a antecipação foi de apenas um mês. Para uma parcela com vencimento em 60 dias, a taxa será x% x 2, porque a antecipação foi de dois meses. Resumindo, quanto maior o número de parcelas, maior a taxa aplicada sobre cada parcela. 

Vale ressaltar que muitas operadoras vendem seus serviços com a antecipação já inclusa e camuflada, como se fosse uma vantagem. O serviço só deve ser uma opção em situações de emergência, que realmente necessitam de capital para arcar com questões adversas, pois a contratação da antecipação de recebíveis inapropriada, pode acabar colocando alguma área da empresa em risco.

Por que escolher a Firma Capital para contratar antecipação de recebíveis? 

Na hora de optar por este serviço, é importante pesquisar a dinâmica das empresas de crédito. Além de precisar entender a sua empresa e entregar a melhor solução possível, ela precisa ter agilidade, parceria, transparência e boas referências de mercado. A Firma Capital tem dez anos de mercado direcionada a soluções de capital de giro para os mais variados nichos de empreendedores. Entendendo melhor sobre antecipação de recebíveis, o empresário consegue entender melhor como funciona o trabalho da Firma Capital de forma transparente e objetiva.