Cervejaria se desculpa por usar foto de negra escravizada em embalagem

cerveja

Uma imagem de uma mulher negra escravizada foi utilizada na embalagem de um dos principais produtos, cerveja da Cafuza, feita pela Cervejaria Dogma, de São Paulo (SP). A imagem é do século 19 e de autoria do famoso fotógrafo alemão. Alberto Henschel, que viveu e trabalhou no Brasil.

A empresa relata que “lamenta profundamente” pelo ocorrido, dessa forma, retirou de circulação a cerveja em questão.

A artista Marina Amaral que já trabalhou com a foto de Henschel em um projeto de restauração comentou no seu twitter sobre a desagradável decisão que a cervejaria tomou ao utilizar essa imagem nas embalagens das cervejas.

“Alguém achou que seria uma boa ideia transformar o rosto dessa mulher escravizada, violentada, explorada e subjugada em imagem ilustrativa de lata de cerveja”

“E não venham me dizer que vocês não sabiam da origem da imagem, porque fizeram até a associação entre ela e o título original ‘Cafuza'”, acusou ainda. “Nos poupem. Assumam o erro e consertem”

Em uma nota oficial a Cervejaria Dogma pediu a compreensão de todos e que estão elaborando estratégias para colaborar de forma a oferecer espaço para dar voz ao tema em questão.

“Também estamos elaborando estratégias para entender como podemos aprender e colaborar oferecendo espaço de voz sobre o tema. Esperamos a compreensão de todos, principalmente dos nossos clientes”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.