“Bicho de pé”? Uma chatice ou uma delicia?

Por que o nome de algo tão bom é justamente “bicho de pé”?

0

(Foto: site “Flamboesa”.)

Tradicionalmente, o brigadeiro rosa, como também pode ser conhecido o doce feito à base de leite condensado e saborizantes de morango, é chamado pela maioria da população brasileira de “bicho de pé”. Esse fato torna a proposta deste controversa, pois se foi criado no intuito de agradar a todos e tornar a vida mais alegre, por que ele tem o mesmo nome de um inseto?

Na verdade, trata-se de uma herança cultural, pois, antigamente, esse mesmo docinho era produzido a partir do morango in natura. Assim, o brigadeiro resultante apresentava pequenos pontos pretos, os quais eram provenientes das sementes da fruta, o que, consequentemente, resultou na assimilação com os bichos de pé.

Hoje em dia, o uso de gelatinas e outros produtos saborizantes de morango, como o famoso nesquik, dispensa a presença da fruta em si, perdendo a característica dos pontinhos pretos. Porém, mesmo com esse advento, o nome “bicho de pé” continuou na boca do povo.

(Foto: Facebook da Amor aos Pedaços.)

Mas você sabia que, comercialmente, essa nomenclatura já tem dono?

A rede de doçarias, Amor aos Pedaços, a qual apresenta mais de 50 lojas espalhadas pelo país, graças ao seu sistema de franquias; registrou, em 1989, como marca patenteada o nome “bicho de pé”, de modo que apenas seus produtos possam ser vendidos oficialmente como brigadeiros bicho de pé. Devido a isso, vários outros estabelecimentos nomeiam como “brigadeiro rosa”, “moranguinho”, entre outros, de modo que possam atender à demanda dos clientes sem prejuízos legais.

E você? Já provou dessa preciosidade? Conte-nos como era chamado esse doce no local.

A título de curiosidade, caso você nunca tenha visto um bicho de pé antes (calma, ainda estou me referindo ao brigadeiro), clique aqui para encontrar a loja Amor aos Pedaços mais próxima e vá experimentar esse gostoso inseto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui