(Foto: Divulgação.)

No dia 25 de outubro, ocorreu a premiação “Veja Comer & Beber” e o destaque do evento foi a Chef Paola Carosella, a qual recebeu o prêmio relacionado ao desenvolvimento de ações sociais. Foi a primeira vez que uma personalidade do mundo gastronômico foi reconhecida por defender causas humanitárias e a revista pretende dar continuidade à essa categoria do prêmio.

paola carosella ganha premio por projeto social cozinha e voz
(Foto: Perfil de Instagram da Chef.)

Reconhecida por seu trabalho de excelência nos estabelecimentos Arturito e La Guapa, além de ser uma das estrelas do reality MasterChef Brasil; a Chef argentina também está à frente do projeto Cozinha & Voz, que promove a capacitação culinária. No entanto, o diferencial encontra-se em um dos cursos ofertados, que apresenta como público-alvo as pessoas mais excluídas do mercado e da sociedade, como transsexuais, vítimas de violência doméstica, população afrodescendente, entre outras.

Deste modo, Paola se propôs a qualificar seus alunos profissionalmente, pois não bastava apenas ensiná-los receitas, mas, sim, demonstrar como funciona o mercado e como agir ou se portar perante este. “Mostramos, por exemplo, como se organiza uma bancada e qual a postura que se tem em um ambiente profissional”, explica a Chef.

Ao todo, mais de 250 alunos já passaram pelo programa, de sua criação para o atual, e cerca de 70% deles atuam de forma ativa no mercado de trabalho. 

É interessante destacar que a etapa mais importante do Cozinha & Voz não tem relação direta com a Gastronomia, mas foca em ajudar essas pessoas a se comunicarem e fortalecerem sua autoestima. Para isso, um curso de poesia é ministrado por Elisa Lucinda e Giovana Pires.

projeto cozinha e voz
(Foto: Divulgação.)

“É um projeto de empregabilidade com o objetivo de gerar trabalho digno e inclusão na sociedade”, revela Paola, que reconhece a importância do projeto e o promove, fortemente, nas redes sociais, no intuito de trazer cada vez mais visibilidade para essa e outras causas que defende.

E, não se engane, a jurada do Masterchef faz tudo isso sem receber nada pelo seu trabalho, apenas gratificação e a sensação de dever cumprido, pois o projeto reflete o que ela acredita: igualdade para todos.